Image Map

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

DENTISTAS NO JAPÃO



Olá,

tive que enfrentar meu medo e encarar um dentista no Japão. Falam tão mal deles por aqui que evitava ao máximo ir em um. Mas, não teve jeito, eu estava com um buraco enorme no dente e não podia mais adiar essa consulta. 


Recepção

Não esqueça de tirar os sapatos e pegar um chinelinho nessa máquina que parece um bebedouro!


Ir à um médico ou à um dentista no exterior não é nada fácil! Você tem que estar preparado para tudo, porque não será igual ao que está acostumado no Brasil. A questão do idioma também complica, se não dominá-lo muito bem, será ainda mais difícil. Em cidades onde há uma grande concentração de brasileiros, existem consultórios com intérpretes para auxiliar na comunicação e, alguns, até utilizam o mesmo sistema de atendimento do Brasil. Infelizmente, onde moro, não tem isso. 


Para as crianças se divertirem enquanto aguardam!


Nesse que fui, foi uma indicação de um amigo brasileiro. Disse que era bom porque usava luva. Ué? Como assim usa luva? Sim, muitos não usam luvas, simplesmente lavam as mãos quando vão atender outros pacientes. Enfim, mas não tinha muita opção, e se esse já estava acostumado a atender estrangeiros (ainda tem essa, alguns não gostam de atender estrangeiros e outros não sabem como lidar conosco) vamos lá.

Fui morrendo de medo. Quando cheguei, a recepcionista, super simpática, veio me atender. Detalhe ela estava de luva, e logo imaginei que fosse a mesma utilizada no atendimento aos pacientes. Perguntou o que tinha e disse que era uma cárie (em japonês se fala mushiba e escreve assim em kanji 虫歯). Deu-me duas fichas e pediu para preencher. Algumas perguntas consegui responder, mas outras ... o jeito foi pedir ajuda! Minha sorte foi que ela tinha um formulário traduzido em inglês. 



Entende alguma coisa?



Feito o processo inicial, hora de ver o dentista. Quando entrei na sala, vi várias cadeiras, uma ao lado da outra, separadas apenas por um biombo. Os dentistas aqui atendem até 6 ou mais pacientes por vez! Tem várias atendentes, e na verdade, você fica a maior parte do tempo com elas. Elas preparam tudo, fazem o primeiro exame para verificar o problema, e depois o dentista vem para verificar!

Sentei e mostrei em qual dente era. Ela deu uma olhada e perguntou se hoje eu faria somente aquele serviço. Disse que sim. Então, pediu para eu aguardar o médico que em seguida veio, checou e pediu para a atendente tirar uma radiografia. E logo, foi atender o paciente do lado, com a mesma luva! Parece mais uma dança das cadeiras, ou melhor, parece uma "linha de produção de atendimento"! É tão estranho que você fica até tonto. Feito isso, ele retornou e perguntou se eu queria anestesia. Disse que não. Bem, ele fez o serviço super rápido e não doeu. Claro, ainda acho os serviços dos dentistas brasileiros melhores, principalmente no quesito higiene!

Bem, até que essa experiência não foi tão ruim assim, mas espero não ter que retornar mais lá!

O que você achou dos dentistas no Japão? Gostou desse método? Quero saber sua opinião!

Abraços,
Thais Fioruci


30 comentários:

  1. Vish, é brabo! Aqui eles realmente tem higiene até demais. Só que o atendimento é por hora marcada e leva uma hora pq eles acham até oq ñ tem. Kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Maria Clara!

      Sei bem como é. Aqui pelo menos perguntam se vc fará o serviço todo ou somente uma parte.

      Beijos
      Thais Fioruci

      Excluir
  2. a Odontologia no Brasil é a terceira melhor do mundo so fica atras dos EUA e da Europa porém não muito atras da Europa, tenhos vários primos e tios dentistas!hahah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie!

      Não sabia desses dados! Realmente lá é muito bom! Aqui por ser um pais de primeiro mundo, poderia melhorar essa questão!

      Abs
      Thais Fioruci

      Excluir
  3. Dentista de linha de produção, essa foi boa.Na época que morei no Japão pelo menos eram apenas 2 cadeiras!Não tive boas experiências com dentistas no Japão, pois ao extrair os meus dentes do siso tive hemorragia 1 dia antes da retirada dos pontos.Ainda bem que era razoavelmente perto de casa.No Brasil a odontologia é mais avançada, mas em compensação, os preços são de outro mundo....
    Os japoneses não ligam para dentes tortos,e o uso de aparelho é considerado estético e não de saúde.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Iruka chan!

      Vc foi corajosa em extrair o siso aqui! Eu só fui pq realmente não tinha mais jeito mas, prefiro evitar o máximo. Dependendo do caso, acredito que é melhor retornar ao Brasil.

      Beijos
      Thais Fioruci

      Excluir
  4. oi!

    eu nunca precisei ir ao dentista no Japão, mas tinha colegas q diziam q nao eram mto bons. Agora com seu relato, detalhado, dá p/ ter uma idéia de como funciona, rs

    Noção de limpeza e higiene p/ os japoneses é bem diferente do Ocidente.

    abç!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie =)

      Pois é .... eu realmente me assustei pois por ser um pais de primeiro mundo, esperamos algo melhor do que o Brasil. Acredito que nessa questão de saúde, o Brasil é bem mais avançado.

      Abs
      Thais Fioruci

      Excluir
  5. Dureza, né?
    Cada um carregando a sua cruz que só pode ser sua...rs...eu fora de SP já me sinto as vezes um peixe fora d´água, imagina no Japão! Bjs!
    Pati Asai
    www.cantinhodapatiasai.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Pati!

      É ... temos que dançar conforme a música! Morar em outro país é isso, enfrentar todos os tipos de situações kkkk

      Estou olhando seu blog! Vc é uma artista hein! Adorei o móbile de tsuru. Já tentei fazer origamis mas tenho muita paciência kkk

      Beijos
      Thais Fioruci

      Excluir
  6. Olá!!

    O ruim de ser estrangeiro numa terra onde os estrangeiros não são bem tratados deve ser fogo hein? Sei que os japoneses tem disso, não adianta esconder.

    Conheço uma família que teve que se mudar do Japão por causa de tratamento médico. A pessoa ficou doente e eles tiveram simplesmente que voltar para cá. Não sei direito o motivo, mas não deve ser difícil imaginar.

    Essa experiência que você teve é do tipo, a primeira vez para nunca mais. Igual a ir em alguns hospitais por aqui.

    Até mais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi linda!

      Não vou negar Natalia! Por mais que o Japão tenha "aberto" às portas para os estrangeiros, ainda temos muitas dificuldades. Não digo em Tokyo, pq estão mais acostumados com os estrangeiros, são mais receptivos. Mas, nas cidades pequenas, onde moramos, os idosos não aceitam tão bem assim.

      Então, a questão de saúde é igual. os médicos daqui só sabem diagnosticar gripe e virose kkk Se o problema for mais grave, é muito melhor, ir embora para o Brasil.

      Bjos
      Thais Fioruci

      Excluir
  7. Menina, quando voltar pra visitar o Brasil, faça um check-up completo da sua saúde da cabeça aos pés, antes de voltar pro Japão! Já pensou ter que vir pra cá só pra cuidar da saúde? Ainda que ouvi falar (não sei se foi você mesma que postou) no facebook, que no Japão ocorre muitos erros médicos!
    Parabéns pelo blog, eu admiro muito isto pois requer muita dedicação. Moro em Foz do Iguaçu - PR. Mas não tenho animo pra fazer um blog sobre minha cidade e o país! Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá William!

      Obrigada pelo comentário! Sim, aqui ocorrem muitos erros médicos e parecem que não são tão preparados se compararmos ao Brasil. Fiquei muito feliz com seu elogio. Sim, é muito trabalhoso e requer muita pesquisa. Me dedico bastante pq realmente é um prazer e uma fonte de aprendizado. Acredito que por eu morar aqui e não ter descendência, é uma obrigação ainda maior de conhecer a cultura e tradição japonesa!

      Abs
      Thais Fioruci

      Excluir
  8. Oi Thais.
    Adoro o seu blog e nesses últimos tempos tenho visto com frequência.
    Nossa, deve ser muito estranho ser atendido ao tempo com outras pessoas.
    Obrigado pelas dicas que você me deu sobre o Japao para meus pais. Entrarei em contato novamente.
    Um ótimo natal e um 2014 cheio de alegria, paz, saúde e tudo de melhor para vocês...
    Banzai...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jorge!

      Obrigada pelo comentário e elogio! É muito estranho esse tipo de atendimento! É impessoal e frio! Não tem aquela coisa, como no Brasil, que o dentista/médico, conversa com vc, te ouve para dps diagnosticar. Não precisa agradecer, foi um prazer. Estarei aqui, disposta a ajudar sempre!

      Um Feliz Natal para vc e toda a sua família. Desejo muita paz, saúde, alegrias, o resto corremos atrás!

      Abraços
      Thais Fioruci

      Excluir
  9. credooooo.....para mim nao ia dar nao!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Naira!

      É verdade ... o negócio é não pensar muito, fechar os olhos e encarar kkkk

      Beijos
      Thais Fioruci

      Excluir
  10. Nossa que loucura, a mesma luva para 6 pacientes, a chance de transmitir alguma doença é grande, o básico seria a higiene individual, pelo que você relatou não tem nenhuma relação paciente/médico. Aqui no Brasil para cursar medicina, as faculdades tanto públicas como particulares são bastante concorridas e existem órgãos para regulamentar a profissão, tanto que esse tipo de trabalho é valorizado com alto "status" aqui. Tu sabe me dizer como a medicina é vista pelos Japoneses?, pois pelo jeito é meio largada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bruno!

      Não sei te dizer como a medicina é vista pelos japoneses. Pelo que vejo, eles prezam muito pela perfeição, ou seja, não farão nada enquanto não tiverem a certeza do que realmente é. escuto muitas pessoas reclamarem em relação ao atendimento dos hospitais gerais, pois na maioria das vezes, não descobrem o problema. Mas, não sei como é em relação ao especialistas. É tudo bem diferente do Brasil. Como por exemplo, a questão dos anticoncepcionais aqui, vista, como posso dizer, desnecessário e até como um mal, já que o aborto aqui é legalizado!

      Abs
      Thais Fioruci

      Excluir
  11. Oi, Thais!
    Jamais imaginaria uma situação dessas (ainda mais no Japão): 1 dentista, 6 cadeiras e 1 par de luvas?! Eu, hein?! rsrsrs
    Tinha uma amiga minha que morava aí, e ela me contou que uma colega de trabalho (também brasileira), estava sentindo muita dor no abdome. Então foi ao médico e deram um diagnóstico de câncer, desesperada ela voltou para o Brasil. Quando chegou no médico daqui, ela não tinha câncer nenhum...apenas estava grávida! Pensa?!
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Dani!

      Menina, eu ouço cada história aqui que fico de cabelo em pé. Eu nunca fui à um hospital pq tenho medo. Realmente nessa parte acho o Japão atrasado em relação ao Brasil. Uma amiga minha me contou um caso parecido. A amiga dela tinha muita dor na barriga e toda vez que ia ao médico, ele dizia que era gastrite. Ela resolveu voltar para o Brasil para fazer exames mais detalhados, pq a barriga dela começou a crescer. Qdo chegou ai, adivinha, era câncer de estômago!

      Dizem que os médicos daqui (não posso generalizar, até pq não conheço o tratamento), têm medo de errarem, principalmente qdo é estrangeiro. E outra, eles focam muito na dor que vc está sentindo no momento mas não se preocupam em pedir exames para investigarem o motivo/causa da dor!

      Beijos e obrigada pelo comentário!
      Thais Fioruci

      Excluir
    2. Gente, desculpa mas acho que vocês estão meio equivocadas. Se levar em consideração o "disse me disse" , nunca irão se tratar no Japão mesmo, e pior, deixar de tratar algo importante por um preconceito! Estou dizendo pois meu marido e eu tivemos experiências aqui. Foram 2 situações, a primeira retornamos para o Brasil, com todos os exames feitos no Japão, o que adiantou muito o processo, fez o tratamento, ok. Na segunda foi o contrário: saiu do Brasil com fortes dores, fez endoscopia e vários exames e os médicos diziam que era gastrite leve( o que fazia as crises parecerem teatro, já que pra ele a dor era insuportável, e para os médicos, leve gastrite, que melhoraria com dieta). Chegando no Japão, mais crises e quando fizeram ultrassom abdominal o diagnostico preciso: pedra na vesícula! Nem deixaram ele voltar pra casa! Já se internou pra cirurgia. Foram 20 dias no hospital, muito bem cuidado, e se livrou de uma dor que o acompanhava por 5 anos! Eu tive minha primeira filha aqui , e tudo correu bem também! Achei esse post procurando por dentista, pois estou fazendo tratamento aqui, e isso sim, me deixou assustada, pois aqui dá pra fazer tudo, mas a estética pra eles é supérfluo e colocam tudo de metal, o seguro não cobre feito com resina , nem aparelho, então acho que vou optar em fazer no Brasil. Mas em relação à saúde , não deixem de se tratar por conta dessas " lendas" que os brasileiros disseminaram. Muitos antigamente não iam ao médico pois não tinham o seguro de saúde, e usavam a desculpa de que era porque era ruim. Conheci pessoas que perderam entes queridos por que ficaram adiando a ida ao médico! Outra que aqui diagnósticaram câncer no seio, no Brasil disseram que era apenas um cisto, e anos depois morreu de câncer! Cuidem de sua saúde, aqui ou no Brasil! Aqui fazem muitos exames, o maior problema sempre será a comunicação, mas se a coisa apertar , vá pedir ajuda na prefeitura de sua cidade , eles serão obrigados a mandar um tradutor. Espero que minha mensagem ajude a quem precisar. Abraço

      Excluir
    3. Olá Viviane!

      Não estou equivocada pq contei a minha experiência, e foi exatamente assim. Pode parecer normal para os japoneses, mas para nós é ainda estranho. Concordo plenamente com vc, a pessoa não pode deixar de se tratar por medo sendo aqui ou no Brasil. Mas posso te confessar uma coisa? Toda vez q precisei de médicos aqui, só tive experiências ruins, muitos falam q é devido ao hospital que fui. E em uma dessas situações, fui tratada com tanto desprezo, que fui às pressas ao Brasil, onde na primeira semana, o médico descobriu o que tinha. Dps dessas experiências ruins, fiquei traumatizada e nem vou nem amarrada à um medico aqui, ao menos que esteja morrendo kkkk

      Beijos e obrigada pelo comentário!
      Thais Fioruci

      Excluir
  12. Oi tudo bom? Moro no Japão a 17 anos
    E sei como e hospital, dentista rs
    Mas tenta procurar outro o meu dentista tem uma higiene ótima troca de luva, tudo certinho atente 4 pessoas juntas mas sempre com higiene😃
    Hospital e a mesma coisa procure um melhor ou uma clínica ☝️ Agente sempre acha um que realmente gostamos!!!! Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Tayane!

      Tudo ótimo e vc? Nossa, qto tempo hein! Vc deve conhecer muito sobre o Japão! Olha, o hospital ainda não conheci mas o dentista não foi lá uma boa experiência kkk Até hj tenho a impressão que ele não fez o serviço direito! Onde vc mora? Quero ir no seu dentista!

      Bjokas e obrigada pelo comentário!
      Thais Fioruci

      Excluir
  13. Teve uma vez que eu fiquei com gosto de cigarro na boca, apos uma consulta aqui no japao. Nojento? Bota nojento nisso, ainda mais porque eu ja era um ex fumante. Pois se caso eu ainda fumase, eu ate poderia agrader pelo peculiar presente. Ja no brasil, quando eu tive que refazer um dente, o dentista tambem descendente de japa, abriu o meu dente e levou um baita susto, seis precisavam ver o espanto do dentista quando ele retirou um objeto que estava dentro do meu dente e parecia uma pedrinha. Fiquei inseguro e nao voltei mais, procurei outro consultorio. Ate hoje nao sei do que se tratou, se aquele objeto era alguma tecnica aqui do japao, ou pior, foi uma sacanagem que fizeram comigo pelo fato de eu ser brasileiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!

      Eu fico muito impressionada com as histórias que ouço por aqui e isso me deixa com cada vez mais medo de ir à dentistas e médicos aqui. O dentistas até tampou o buraco mas até hoje acho que ele não fez o serviço direito. dai, só no Brasil msm!

      Obrigada pelo comentário!
      Thais Fioruci

      Excluir
  14. Olá!Já tinha ouvido falar sobre a qualidade dos dentistas no japão em um curso do idioma, e tive a idéia de fazer odontologia para alcançar meu objetivo de conhecer e quem sabe viver aí. Então, você acha que eu me daria bem com essa idéia? Visando atendimento principalmente aos imigrantes?
    Não sei os critérios do país para aceitar profissionais estrangeiros, mas é uma coisa que gostaria de tentar. Até mais e boa sorte! ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!!!!

      Bem, eu não sei como faz com a questão do diploma, se ele é válido aqui no caso de odontologia e se vc poderá exercer a profissão aqui. Em regiões onde há uma concentração grande de brasileiros, existem clinicas com tradutores e seguem o msm padrão de atendimento do Brasil. Mas, não sei dizer se os dentistas são brasileiros. Dá uma olhada nessa reportagem: http://gambare.uol.com.br/2005/12/10/clinica-adota-metodo-%E2%80%9Cbrasileiro%E2%80%9D/

      Abs
      Thais Fioruci

      Excluir