Image Map

sábado, 17 de junho de 2017

SUPERSTIÇÕES JAPONESAS



Olá queridos leitores,

Saudades de vocês, afinal faz um tempinho que não posto. Sabe como é vida de Japão, muito trabalho e pouco tempo (e ânimo) para cuidar de outros afazeres.

Após quase 6 anos morando aqui, acabo percebendo certas superstições curiosas na sociedade japonesa. Afinal, toda cultura tem suas crendices populares e com os japoneses não seria diferente, não é mesmo. Sabe aqueles alertas de perigo que sua mãe ou sua vó sempre diziam: ”quebrar espelho traz sete anos de azar” ou “não varre o pé se não você não se casa, menina!” . Essas são apenas duas das muitas crenças existentes no Brasil, mas, e no Japão?

Os japoneses levam muito à sério esse lance de superstição e em muito lugares é notável isso, a ponto de serem feitas alterações, no mínimo estranhas e curiosas, para evitar um possível azar ou má sorte na vida deles.

Então, vamos lá. E se estiver pensando em vir ao Japão fique atento à essas dicas:

1. Espetar os “hashis” na tigela de arroz

Essa é muito importante para não fazer feio na hora de comer aqui. Nunca enfie os hashis na tigela de arroz, sempre os deixe juntos na posição vertical sob o prato ou então utilize o hashioki, um descanso especial para hashis, caso estiver disponível sob a mesa. O motivo? Os hashis só são espetados na tigela de arroz em uma única ocasião: para oferecer arroz aos falecidos durante um velório. 


Exemplos de hashiokis



2. Passar comida do seu hashi para o hashi de outra pessoa

Ainda no assunto hashi, nunca passe comida do seu hashi para o hashi de outra pessoa. Você deve estar de perguntando a razão. Em uma cerimônia de funeral japonês, após a cremação, os parentes utilizam os hashis para passar os ossos do falecido uns para os outros.

3. Matar uma aranha à noite

Os japoneses são muito ligados à natureza. Já percebi que eles evitam ao máximo matar qualquer ser vivo. Gente, não sei como eles vivem, mas quando aparece uma barata em casa, o que os brasileiros fazem? Matam, é óbvio! E olha que aqui tem bicho hein .... e não são baratas e aranhas como as do Brasil. Elas são gigantes. Lembro da primeira vez que me deparei com uma “aracnídea” aqui. Cheguei à noite do trabalho e a bicha tava lá enorme na parede. Diz a lenda japonesa que se matar uma aranha à noite você poderá perder todo o seu dinheiro. O que eu fiz? Liguei para meu marido é claro! No fim, matamos a coitada, mas é como eu digo, antes ela do que eu.

4. Cortar suas unhas à noite

Da série “coisas que os japoneses não fazem à noite”, eles também evitam cortar as unhas, pois dizem que trará má sorte além de não conseguirem estar com seus familiares quando esses morrerem.

5. Números de azar

Tá aqui um item curioso que originou esse post. Os japoneses evitam usar alguns números que segundo eles, carregam uma má sorte.

O primeiro deles é quatro, pois sua pronuncia em japonês (o número 4 em japonês é lido como shi) é a mesma para a palavra morte (shi). Por isso, não o utilizam em estacionamentos, hospitais e prédios por exemplo.  





3,5,6? What? Cadê o 4?


Outro número evitado pelos japoneses principalmente em hospitais e hotéis é o nove, pois em japonês é lido como ku que também significa dor, agonia ou tortura.

Eles também evitam dar omiyages (nossas lembrancinhas) com quatro ou nove unidades/peças. Isso é muito respeitado na cultura japonesa e pode ocasionar uma bela de uma saia justa caso a tradição não seja respeitada.

Outros números:

42 - significa morrer se for pronunciado separadamente (shi-ni).

420 - significa espírito se for pronunciado separadamente (shi-ni- rei).

Por causa dessa superstição, esses números não aparecem em leitos de hospitais.

6. Pisar nas bordas do tatame

Evite pisar nas bordas do tatami, pois segundo a lenda isso trará azar.

7. Horário para estrear sapatos

Comprou aquele tênis novo lindíssimo para estreá-lo naquela balada incrível à noite? Esqueça se você estiver no Japão, ao menos que queira ganhar uma certa dose de má sorte em sua vida.

8. Assobiar à noite

Os japoneses morrem de medo quando alguém assobia perto deles à noite. Se puder, tente fazer isso para ver como realmente acreditam e ficam incomodados. Fazendo isso, estaria chamando cobras ou fantasmas. É melhor evitar né ...

9 – Deitar após comer

Cuidado! Se você deitar após comer pode se transformar em um boi. Engraçadinha essa né. Mesmo que não vire um boi, poderá ocasionar um refluxo estomacal além de engordar mais um pouquinho (deve ser por isso que são tão magrinhos ... risos).

Ainda existem inúmeras superstições, mas hoje, me limitarei à essas para não virar uma enciclopédia.

E você? Tem alguma superstição? Deixe nos comentários?

Beijos e até mais,
Thais Fioruci

 



Referências:



Nenhum comentário:

Postar um comentário